Menu do Blog
Era uma vez nos encontros na internet

Arquivos

 

Relacionamentos

Seu relacionamento tem intimidade emocional?

Ambos as pessoas em um relacionamento se beneficiam muito dos esforços compartilhados para manter a intimidade emocional. Seu relacionamento servirá como um refúgio seguro das tensões e pressões do mundo exterior. Vocês ganham perspectiva e percepção das outras expressões.
Você se acha íntima do seu parceiro? Pode ser que vocês sejam muito bons na cama e que fiquem muito grudados um com o outro, mas será que são realmente íntimos? E o que, afinal, é a real intimidade? Tenho pensado muito nisso desde que me casei. Conhecer melhor o Aaron, em vários aspectos, é algo muito incrível e desafiador, e tentar fazer as coisas darem certo, apesar das diferenças, é um esforço mútuo e muito bonito.
E pesquisando sobre o assunto, descobri muitas coisas interessantes. Para começo de conversa, vocês sabiam que existem vários tipos de intimidade? Eu não sabia!

Os tipos de intimidade

Frequentemente usamos o termo “íntimo” em um contexto puramente físico. Nós nos referimos a um casal como "íntimo", a fim de expressar que eles estão em um relacionamento sexual. De fato, este é um uso limitado e um pouco enganador do termo, e os especialistas nos dizem que existem vários tipos de intimidade:
  • Intelectual (um rico encontro de mentes);
  • Experiencial (proximidade de tal forma que vocês estão em sincronia);
  • Sexual (caracterizada pela expressão sensual e sexual compartilhada);
  • Emocional (caracterizada por sentimentos compartilhados, confiança e vulnerabilidade).
Neste artigo falarei mais da intimidade sexual e emocional, mas posso falar das outras em outros posts, se quiserem. Digam nos comentários!

Mas sexo não é intimidade?

Vou falar mais sobre intimidade emocional aqui e alguns contrastes com a sexual. A intimidade emocional é tão ou mais importante quanto a intimidade física. Alguns casais têm um ótimo sexo, mas acabam se separando depois de algum tempo. Muitas vezes, isso acontece porque eles se esqueceram da intimidade emocional. Ignorar a importância da intimidade emocional nos relacionamentos deixa o relacionamento, ou o casamento, frio, solitário e tedioso.
A intimidade emocional é diferente da intimidade sexual. É mais geralmente relacionada à inteligência emocional, comunicação e à sensação de conexão com o parceiro. As definições variam neste assunto. Pode abranger paixão e romance, um sentimento de proximidade com um parceiro, e muitas vezes se concentra na comunicação ou conflitos emocionais com um parceiro ou cônjuge.
A intimidade sexual envolve um grau de vulnerabilidade e confiança – para alguns mais que para outros e, em alguns cenários, mais do que outros (você já considerou por que uma "rapidinha", com vocês ainda meio vestidos, pode dar mais tesão do que tirar a roupa do seu parceiro(a) lentamente? Pense nisso. É uma questão de exposição e vulnerabilidade).
Há momentos em que queremos (e nos envolvemos) no sexo, não fazendo amor. Isso pode ocorrer sem qualquer “apego”, com algum carinho ou amizade (amizade colorida). Como adultos, se estamos prestando atenção, entendemos as nuances de compartilhar apenas nossos corpos, não nossos corações.
A triste realidade é que a conexão emocional entre casais diminuiu muito hoje em dia. Uma grande porcentagem de casais não se sente mais feliz, e a maioria está apenas se segurando por causa de seus filhos. E como você sabe, um relacionamento que é silencioso e irritado, é insuportável. É aqui que entra a traição e, se continuar, pode levar à separação.
Idealmente, os casais devem se sentir conectados uns aos outros espiritual e emocionalmente. Eles acham que sentiram isso por causa de admiração mútua, hormônios e endorfinas que criam os sentimentos associados ao amor. A intimidade emocional pode ser alcançada através do respeito mútuo, aproveitando o tempo juntos, rindo juntos, compartilhando memórias, interesses comuns, comunicação positiva e compartilhando a proximidade física.

Cada um de nós tem uma experiência de intimidade de forma diferente

A intimidade emocional e a sexual podem ser complicadas. Elas não são absolutas. Pelo contrário, o que cada um de nós precisa em termos de intimidade varia. meu “compartilhamento profundo” não será seu. O seu não será o meu.
Da mesma forma, nosso nível de conforto com a intimidade sexual e a emocional mudará com o tempo, evoluindo de acordo com o parceiro ou as circunstâncias.
Considere, por exemplo, a mulher divorciada que passou 20 anos com um homem, agora seu ex-marido. No mínimo, a própria ideia de ficar nua com um novo cara pode induzir ansiedade. Assim, ela pode optar por estabelecer uma base de intimidade mútua e emocional antes de uma atividade sexual de qualquer tipo. Ou ela pode intencionalmente escolher o desapego de uma conexão, em vez de colocar seu coração em jogo.
Na minha opinião, nenhum dos dois métodos é melhor que o outro. Devemos escolher o que dá certo para nós, sabendo que nossas escolhas evoluirão com o tempo.

A intimidade emocional é importante?

Quão importante é uma conexão emocional em um relacionamento? Todo mundo quer se sentir amado por seu parceiro, e forjar um vínculo emocional é um dos fundamentos mais básicos de um relacionamento duradouro. Quando vocês estão emocionalmente conectados como um casal, vocês constroem uma base de força, confiança e respeito.
A intimidade emocional traz várias mudanças em um relacionamento, e isso fará com que os dois decidam manter o relacionamento. Listarei aqui vários benefícios do desenvolvimento da intimidade emocional em seu relacionamento.

Você tem expectativas mais realistas

A maioria dos casais tem expectativas irreais. No final do dia, eles descobrem que suas expectativas não foram satisfeitas e ficam desapontados. A intimidade emocional permite estabelecer expectativas realistas. Isso cria espaço para você e seu parceiro aceitarem as limitações um do outro e apoiarem um ao outro. Você poderá acomodar melhor o que não está recebendo do outro parceiro. Isso cria um elemento de confiança, tolerância e criatividade. No final do dia, vocês dois desfrutam de um ambiente gratificante em que sabem o que esperar um do outro.

Diversão espontânea está dentro do alcance

Diversão forçada é a pior forma de diversão que um casal pode ter. Quando a diversão se torna planejada, acaba sendo chata e sem brilho. Você vai fingir que está se divertindo, mas não está. A intimidade emocional nos relacionamentos cria um espaço para vocês dois fazerem as coisas mais espontaneamente, de uma forma divertida. As conexões emocionais ajudam vocês a se conectarem de uma maneira mais natural. A diversão chegará até vocês naturalmente e vocês não se esforçarão para aproveitarem ao máximo a companhia um do outro. Vocês dois podem se soltar e se divertir a qualquer momento.

Vocês criam um vínculo de confiança e segurança

Saber que pode contar com seu parceiro não é um algo pequeno em um relacionamento romântico. Quando você sabe que pode confiar sempre em seu parceiro, seu vínculo emocional fica ainda mais forte. Além disso, se você se encontrar em uma discussão, não fugirá assustada. Em vez disso, você será capaz de se comunicar com clareza, sabendo que não importa o que aconteça, seu parceiro estará do seu lado.

Você tem mais tolerância em seus desafios

Conectar-se em um nível emocional lhe dá a capacidade de superar desafios, independentemente de suas diferenças. Desafios em um relacionamento são inevitáveis, o que significa que você tem que encontrar uma maneira de lidar com eles. A maioria dos casais segue caminhos separados porque não consegue lidar com os desafios de forma eficaz. Um vínculo emocional faz com que vocês entendam que podem confiar um no outro para apoio emocional, o que é essencial quando se trata de resolver problemas.

Melhor conexão sexual

Quando vocês estão emocionalmente conectados, sua vida sexual será algo de outro mundo, especialmente para as mulheres. Como uma conexão emocional cria um vínculo de confiança e respeito, ela permite que você enlouqueça entre os lençóis. Intimidade física por meio de sexo e toque físico, como segurar as mãos, aprofunda conexões românticas para homens e mulheres.

Impulsiona sua saúde física

O estresse é uma das razões pelas quais as pessoas têm problemas de saúde. Quando você está feliz com seu relacionamento, seu corpo libera oxitocina, o que melhora o seu humor. Uma existência feliz promove a união e solidifica seu relacionamento. Isso também aumenta a saúde. A intimidade emocional nos relacionamentos impede a suspeita, o ciúme e um coração que busca por vingança. Você vai desfrutar de benefícios para a saúde, como uma energia equilibrada, mais resistência, uma libido saudável e padrões de sono saudáveis. Sono melhor promove uma boa saúde.

Mas eu e o meu parceiro estamos estranhos um com o outro. E agora?

Você acha que você e seu parceiro não estão tão conectados como costumava ser? Parece que algo está faltando? Poderia ser a intimidade emocional? Isso pode acontecer, especialmente em relacionamentos a longo prazo. Nós tendemos a nos sentir confortáveis depois de um tempo, e isso pode nos fazer sentir que caímos na rotina. Por um lado, é bom, e por outro não. Não se preocupe se achar que acabei de descrever seu relacionamento.
Siga estes passos que ajudarão você a aprofundar seu relacionamento com seu parceiro para criar essa tal de intimidade emocional. Vão desde pequenas coisas até comportamentos mais abrangentes.

Abraços de um minuto

Isso pode parecer uma eternidade. Você pode até rir quando tentar isso (isso em si aumenta a conexão). Quando você e seu parceiro se abraçam, liberam oxitocina, que é seu hormônio de ligação. A oxitocina também é encontrada no leite materno. Isso nos faz nos sentir próximos de nosso parceiro.

Façam um do outro uma prioridade

Uma maneira de se juntar aos patamares dos casais emocionalmente íntimos é fazer do seu relacionamento sua principal prioridade.
Ambos os parceiros devem estar totalmente comprometidos em colocar o outro em primeiro lugar. Quando você faz isso, você diz ao seu parceiro que você valoriza seu tempo com ele e que está determinada a fazê-lo se sentir importante.
Fazer do seu parceiro uma prioridade mostra a ele que não há nada mais importante em sua vida do que fazer seu relacionamento dar certo. Dá ao seu parceiro uma sensação de paz, confiança e conforto, sabendo que você sempre estará presente para ele.

Comunicação mais aberta

Casais emocionalmente íntimos têm o hábito de verificar com seus cônjuges regularmente sobre suas vidas e seu relacionamento. Você pode aplicar isso em seu próprio relacionamento fazendo um checagem semanal.
Sem filhos, TV, telefone, etc. Muitos casais dizem, “A, mas nós nos falamos”. Normalmente isso é feito enquanto eles fazem outras coisas. O que eu estou falando é dar um ao outro sua atenção total. É incrível o quanto você pode falar nesse período de tempo. Pode até parecer estranho na primeira vez que você fizer isso.
Comunicação significa dar respostas honestas, falando sobre temas que são divertidos, fáceis, difíceis e complicados. Para se comunicar de forma eficaz, você e seu parceiro devem estar dispostos a ouvir um ao outro e a se comunicarem com respeito. Quanto mais você falar com seu parceiro, mais profunda será sua conexão.

Compartilhem fantasias um com o outro

Este é o tipo de conversa mais íntima que você pode ter. Nenhum de vocês precisa realizar a fantasia do outro se não se sentirem confortáveis. O que importa é se divertir. Mas lembre-se: não ridicularize a outra pessoa por compartilhar, mesmo se você achar que a ideia é louca. Seu trabalho é abraçar a vulnerabilidade de seu parceiro por compartilhar aquilo com você.
Uma maneira de aprofundar seu vínculo emocional com seu parceiro é aumentar sua intimidade sexual. O sexo é a melhor experiência de ligação.
Se você fez todo o trabalho emocional, saiba que o próprio sexo pode ajudá-la a recuperar a excitação.
É claro que você nunca deve fazer nada que não queira fazer quando se trata de sexo, mas se quiser ter relações sexuais com seu parceiro novamente, pode se beneficiar simplesmente experimentando (e, novamente, parando em qualquer ponto se estiver desconfortável ou não para qualquer um dos dois). Comece devagar e continue conferindo com seu parceiro sobre como vocês estão se sentindo.
Isso não só liberta dopamina e o hormônio do amor, oxitocina, mas também aumenta a confiança nos casais.

Não force muito a barra

Construir intimidade emocional com o seu parceiro é uma das melhores coisas que você pode fazer pelo seu relacionamento, mas não é algo que deve ser apressado. Se seu parceiro achar que está forçando uma conexão, isso pode atrapalhar seus esforços.
Em vez de tentar muito fazer uma conexão emocional acontecer, deixe que ela aconteça naturalmente. Seu parceiro vai agradecer por isso.
Os casais emocionalmente íntimos compartilham um vínculo que beneficia a saúde do relacionamento, aprofunda o amor e aumenta a satisfação sexual. Ao esforçar-se para se comunicar abertamente, manter uma vida sexual regular e procurar compreender seu parceiro, você também pode trazer intimidade emocional ao seu relacionamento.
E ainda tem um bônus: já foi comprovado que a intimidade emocional pode levar a uma melhor saúde geral e maior expectativa de vida! Conclusão? Ao investir em intimidade emocional todos os dias, vocês serão mais felizes e mais satisfeitos. E ainda viverão mais!