Menu do Blog
Era uma vez nos encontros na internet

Arquivos

 

Amor e Romance

Conheci ele na internet e vou me casar!

Se casar é um grande passo e você deve tratá-lo como tal. Saber as perguntas corretas a serem feitas antes do casamento pode evitar com que você de cometa um erro que altere a vida. Certifique-se de que você estará com a pessoa certa para sempre.
O grande dia está chegando! Vai ser agora em fevereiro! Mal posso esperar! E depois da lua de mel nós decidimos que eu e minha filha iremos com ele para a Islândia. Lógico que sentirei falta da minha família, mas virei visita-los sempre que puder. Concordamos que, por mais que eu ame o Brasil, a Islândia é um país com condições excelentes para criar minha filha.
Mas continuarei com o blog, não se preocupem! Quero ajudar cada vez mais pessoas a alcançarem o mesmo final feliz que eu!
E no clima de casamento, resolvi fazer um post sobre isso. Porque é difícil saber se encontramos a pessoa certa para casar, principalmente se a conhecemos pela internet.
Preciso dizer que você pode nunca ser capaz de garantir se alguém é 100% perfeito para você. Você apenas precisa ter fé e tentar ver onde o relacionamento e a vida juntos os levarão. Mas você também precisa estar realmente CERTO, para ter certeza de que essa é a pessoa com quem você deseja passar sua vida. Por isso pensei em algumas perguntas que você deve se fazer antes do casamento e que definitivamente ajudarão você a saber se essa pessoa é boa para você ou não.

A sociedade espera que as pessoas se casem

E essa é a razão pela qual a maioria das pessoas faz isso. Não porque elas necessariamente acreditam no casamento e querem passar o resto da vida com alguém, mas porque é esperado delas esse tipo de atitude. Depois de uma certa idade, as pessoas começam a questionar por que alguém não está casado. Essa pressão geralmente faz com que as pessoas se casem com alguém que não deveriam.
O divórcio segue de perto relacionamentos como esse. Mas isso poderia ter sido facilmente evitado fazendo algumas perguntas simples. Na maioria das vezes, os casais podem não ser capazes de respondê-las com a confiança que pensavam.

Perguntas a serem feitas antes do casamento

Se você está pensando em se casar, o ideal seria se fazer essas perguntas primeiro. Isso irá ajudá-la a descobrir se a pessoa com a qual você vai passar o resto da vida é a melhor para você.

Que tipo de casa é ideal para nós?

Muitas vezes, os casais falam muito sobre as casas dos seus sonhos e sobre o que eles adorariam viver, mas na verdade não falam sobre o que é ideal ou realista para eles.
Em comparação com o próprio dia do casamento, muitos casais sentem que encontrar e escolher uma casa depois do casamento é menos emocionante e talvez mais estressante, pois envolve planejamento financeiro e equilíbrio das prioridades do novo relacionamento. No entanto, não tem que ser assim. Com um pensamento cuidadoso e uma abordagem aberta, planejar e encontrar uma casa para vocês pode ser tão emocionante quanto planejar o casamento em si.
Todos esperamos ter um lugar nosso. No entanto, uma casa própria vai significar ter que ser responsável por impostos sobre a propriedade, contas de serviço público, taxas de serviço/conservação, mantimentos e refeições diárias. Esses custos que costumavam ser atendidos por seus pais se tornarão custos adicionais em suas despesas pessoais todos os meses.
Estes são apenas as primeiras de uma série de despesas financeiras que você e seu cônjuge terão que planejar. Outros assuntos importantes, como a quantidade de dinheiro que deve ser guardada para o casamento e para o futuro, quais opções de moradia vocês devem considerar e quais outras coisas na vida vocês desejam e precisam levar em consideração. Cada uma dessas decisões terá um impacto nos planos que vocês fazem hoje. Os compromissos financeiros assumidos terão um impacto na qualidade do futuro da sua família. E se, como eu, você tem um relacionamento a distância, terá que decidir em que cidade (ou país) irão morar.
Que tipo de casa vocês querem? É algo grande com muito espaço extra ou algo um pouco mais compacto e barato para que vocês possam gastar mais dinheiro em aventuras e viagens? Vocês precisam conversar sobre isso.

Qual porcentagem da nossa renda queremos gastar em habitação por mês?

O dinheiro é algo muito importante. Muitos casais terminam seu casamento por causa de problemas com suas finanças. É importante compreender de antemão o quanto você está disposto a gastar em habitação. Dessa forma, você descobrirá se ambos têm ideias semelhantes.

Crianças e valores

Você quer filhos? Em caso afirmativo, quantos? Caso contrário, você tem certeza sobre essa decisão e ambos tomarão medidas permanentes para garantir com que você não tenha filhos (como uma vasectomia, por exemplo)? Se você quiser filhos, quando deseja ter o seu primeiro? Você está aberta a tratamentos de adoção ou de fertilidade caso não consiga conceber naturalmente? Quanto tempo você quer tentar conceber naturalmente antes de tentar diferentes opções?
Você já sabe que quer ter bons filhos. Todo mundo quer. Mas quais são os principais valores que você quer que seus filhos tenham? Qual moral você vai trabalhar duro para incutir neles?
Se vocês dois não estiverem em acordo, as coisas podem ser realmente difíceis quando vocês finalmente tiverem filhos juntos. Portanto, tenha certeza de que haja uma compreensão clara e que vocês concordam nesse tipo de coisa antes de se casarem. E se você já tem filhos, como eu, essas perguntas são ainda mais importantes. Deixe tudo claro antes de juntar os trapinhos.

Nós temos uma comunicação saudável agora?

Um bom casamento prospera na troca aberta de emoções, desejos e crenças. De fato, a comunicação é um dos aspectos mais importantes de um casamento satisfatório.
Pense sobre o quão bem vocês se comunicam. É ótimo? Vocês têm facilidade em falar sobre coisas e planejamentos? Se sim, isso é ótimo! Caso contrário, você pode tentar encontrar melhores maneiras de se comunicar ou enfrentar o fato de que vocês podem não ser ideais um para o outro.
A comunicação nos relacionamentos é como um rio. Quando os pensamentos e os sentimentos fluem sem problemas entre os parceiros, tudo é melhor, vocês se sentem bem e todos se apoiam. No entanto, quando o fluxo de comunicação é turbulento, isso é potencialmente perigoso e destrutivo. E quando a comunicação é bloqueada, a pressão se acumula. Então, quando as palavras começam a fluir novamente, elas tendem a sair de repente, como em uma inundação furiosa.
O que é uma boa comunicação em um casamento?
Em um bom relacionamento, o casal conversa livremente, abertamente, e ambos se sentem seguros compartilhando seus pensamentos mais privados. Eles comunicam confortavelmente e consideravelmente suas preocupações e sentimentos quando as dificuldades surgem e expressam seus pensamentos positivos quando as coisas estão boas. Ambos os parceiros falam com tato, evitando atacar um ao outro, dizer ofensas e controlam comentários. Eles ouvem atentamente, tentando entender o que seu parceiro diz com simpatia, ao invés de procurar o que há de errado no que seu parceiro tem a dizer ou procurando descartar o que eles ouvem, mesmo que tenham uma perspectiva diferente. E depois de conversar, ambos se sentem bem com a conversa e sentem que suas preocupações foram consideradas e abordadas.

Como planejamos manter o romance vivo em um relacionamento longo?

Ao contrário do que muitos acreditam, o casamento não é o que faz o romance e o sexo desaparecerem. No entanto, iniciar uma família faz. A restrição de tempo e o estresse de um bebê e crianças geralmente colocam as necessidades sexuais de lado.
Mas ainda é importante tentar manter isso aceso. Vocês dois precisam descobrir as melhores maneiras de manter esse nível de intimidade vivo. Falem sobre seus planos e o que vocês gostariam se as coisas começarem a ficar obsoletas. Isso pode salvar seu relacionamento depois de um tempo ou ajudá-la a perceber que nunca daria certo com essa pessoa.
Construa uma tradição romântica: com cada dia, mês e ano que passar, você se tornará um pouco mais familiarizado com os pontos fortes e fracos do seu marido. Há algo atraente em estarem juntos nos bons e maus momentos. À medida que nos familiarizamos mais, se torna mais fácil esquecer de fazer as pequenas coisas que fazem uma diferença enorme na manutenção e no aumento do amor que você sentiu no dia do seu casamento.
Mude isso! É importante manter as coisas frescas. Variedade é o tempero da vida. A familiaridade pode se tornar um inimigo em vez de um aliado. As pessoas prosperam na novidade e na espontaneidade. Encontre novas e emocionantes formas de expressar seu amor e carinho por seu esposo.

Que tipo de estilo de vida queremos ter?

Isso é no que diz respeito a concordarem com o que estarão comendo e quão saudáveis vocês querem ser na vida. Vocês podem ter algumas coisas em comum, mas você quiser ter um estilo de vida muito rigoroso e saudável, mas seu parceiro preferir comer o que quiser, isso causará problemas.
Você pode argumentar que sabe como eles gosta de viver a vida, mas quais são seus objetivos com seu estilo de vida? Vocês querem melhorar e se tornarem mais saudáveis à medida que envelhecem juntos ou realmente não se importam tanto, contanto que obtenham os nutrientes certos? Pode não parecer, mas essas coisas fazem uma grande diferença em um casamento.

Vocês estão prontos para trabalhar duro por seu amor?

O amor não é algo fácil. Estar apaixonado por alguém pode ser simples, mas manter esse amor e mostrar essa apreciação dia após dia não é. Dá muito trabalho. Vocês dois estão dispostos a fazer esse esforço pelo resto da vida? Se um de vocês não estiver pronto, todo o casamento não funcionará.
É como ter um emprego. Eu sei que estatisticamente que há muita gente que não está feliz com seu trabalho, mas vamos conversar por um momento como se você estivesse em um trabalho que você ama. Mesmo se você estiver totalmente entusiasmado com o seu trabalho, ainda precisará trabalhar para mantê-lo. Você não pode simplesmente chegar tarde, ser rude com seus colegas de trabalho, ou perder prazos e querer manter seu emprego. Você não espera que seu chefe simplesmente o aceite como você é, cabeça quente e tudo mais. Se houver melhorias que você precisa fazer, você as faz ou você perde seu emprego. Você tem a capacidade de fazer mudanças quando precisar, especialmente se o seu meio de vida estiver em jogo. Se você não se ajustar, não poderá esperar manter seu emprego.
Mas se você ama o seu trabalho, fará o que for necessário para mantê-lo. Você perceberá que é uma ótima empresa para se trabalhar, ou que você construiu uma grande empresa, e os pequenos sacrifícios e ajustes que você precisa fazer valem a pena. Com o casamento é a mesma coisa. Se queremos construir um excelente casamento, percebemos que os sacrifícios que fazemos para chegar lá são menores em comparação com o excelente relacionamento que conseguimos aproveitar. Grandes casamentos podem parecer fáceis por fora, mas cada casal conhece o trabalho que envolve o maravilhoso relacionamento que eles têm.
Se o que você quer é um casamento que seja medíocre, ou pior, um que você odeia e não faz nada para mudar. Faça o que quiser, satisfaça seu egoísmo natural. Incline-se em comportamentos como culpar, evitar e defender. Se, no entanto, você quer um casamento bom, faça o que for necessário para obter o que deseja. Se dê ao trabalho de estudar seu cônjuge. Aprenda novos e melhores meios de comunicação. Crie e mantenha limites saudáveis. Se tudo isso parece mais trabalhoso do que o que você está disposto a fazer, então como impedir que as ervas daninhas cresçam em seu jardim? Você nunca poderá desfrutar da beleza que espera por você em seu próprio casamento.