Menu do Blog
Era uma vez nos encontros na internet

Arquivos

 

Relacionamentos

E se o amor for um caso perdido?

Não é nenhum segredo que faz anos que eu tenho sido infeliz no amor. Meu Deus, meu coração foi espancado e jogado fora como sobras da noite passada, quando se trata do assunto. Eu me senti a vida toda abandonada quando se trata de encontrar um parceiro. É como se preparar para jogar queimado com os colegas de rua e ser a última escolhida para os times. Exceto que, no meu caso agora, eu não estou sendo escolhida para nada. Estou sentada fora do jogo. Eu estou ansiosa para entrar e fazer bonito, mas é como se as pessoas tivessem outros planos para mim.
No meu penúltimo post eu escrevi sobre levantar da cama e acordar todas as manhãs vendo o lado positivo da vida. Olhar e ver o copo como meio cheio. Acordar com um sorriso e pedir ao dia para me abraçar com força e ser amável comigo. E por alguns dias eu fiz exatamente isso.
Mas como vocês puderam ver pelo meu post passado, meu ex entrou em contato comigo depois de muito tempo e isso me fez reviver meus fantasmas do passado. Somado a isso, o Aaron não entrou em contato desde a notícia de que ele viria para o Brasil. Eu sei que ele provavelmente está ocupado se preparando para a viagem e eu estou bem com isso. Mas uma parte de mim, uma parte cruel e mesquinha, me diz que ele desistiu de mim, que ele mudou de ideia. Essa parte de mim diz que não mereço amar ou ser amada por ninguém, que meu tempo passou e que nunca vou encontrar um homem bom para mim.
Por que quando um homem maravilhoso de fora do país diz que virá me encontrar para passar um tempo comigo, me deixa depois sem contato algum, sem mensagens ou e-mails? Praticamente uma semana se passou sem uma palavra. Ele está em completo silêncio. Evaporou.
Para tornar as coisas mais dramáticas, porque é isso o que eu faço quando estou deprimida, eu estou registrada em um site de relacionamentos online há meses. Recentemente tive 0 encontros. Nada. Confesso que meu deus nórdico teve influência nisso. Eu não queria sair com ninguém enquanto estava conversando tão intimamente com ele. Mas mesmo assim, isso não me consola. E para adicionar combustível ao fogo (lembre-se de que eu sou dramática), eu cheguei a entrar em contato com algumas pessoas no site. E não recebi respostas. É como se eu não fosse feita para namorar. Para encontrar o amor. Para encontrar minha alma gêmea.
Mas eu não vou desistir. Eu simplesmente não posso. Se eu desistir do amor, não é como desistir da vida?