Menu do Blog
Era uma vez nos encontros na internet

Arquivos

 

Namoro Online

Como lidar com o estresse à distância?

No final das contas, o estresse faz parte da vida. Lidar com o estresse nunca é fácil. Mesmo que seu parceiro tenha sido consistentemente a âncora em seu relacionamento, acabará por chegar um momento em que você terá a oportunidade de fornecer o amor e o apoio que é necessário também. E enquanto você pode achar que isso é difícil, gerar os recursos mentais e emocionais para ajudar o seu parceiro não só cria conforto e conexão, mas também uma base saudável e segura no relacionamento, na qual ambos os parceiros podem contar um com o outro de forma consistente.
Faz um tempo que quero escrever sobre causas de estresse em relacionamentos à distância (e em geral) e como lidar com isso. Da forma como escrevo, parece que eu e o Aaron vivemos em um mar de flores, mas isso não é verdade. Relacionamentos normalmente têm sua carga de estresse, e relacionamentos à distância nos trazem estresses novos. Cabe a nós lidar com isso e saber se vale a pena todo esse esforço.

O estresse sempre é ruim para nós?

Não me interpretem mal, mas o estresse nem sempre é ruim para nós. Sem pressão alguma em nossas vidas, nós estagnamos. Precisamos de alguns desafios na vida para ajudar a nos concentrar, nos motivar e nos manter seguindo, aprendendo e crescendo. No entanto, muito estresse pode nos sobrecarregar, pelo menos temporariamente.
A maioria das pessoas em relacionamentos à distância passam por momentos nos quais ficam perto de quebrar ou se sentem completamente oprimidas. E o que tendemos a fazer quando nos sentimos estressados e oprimidos?
Nós frequentemente buscamos coisas que nos trazem conforto (comida e rotinas familiares). Ou buscamos uma válvula de escape em entretenimento ou jogos. Ou tentamos evitar as coisas que estão nos estressando.
Muitas vezes gastamos toda a nossa "energia de enfrentamento" no que precisamos fazer para passar o dia e, em seguida, descontamos nossa fadiga e frustrações naqueles mais próximos de nós. Mas o que podemos fazer para evitar isso? Não queremos fazer as pessoas que amamos sofrer.

Principais causas da ansiedade nos relacionamentos

Muitas coisas podem causar ansiedade nos relacionamentos, e várias vezes a ansiedade difere dependendo do que a engatilhou. Relacionamentos abusivos causam ansiedade por razões que são completamente diferentes do que aqueles que desenvolvem ansiedade por causa de problemas de criação de filhos, por exemplo. Mas é correto enfatizar que a ansiedade caminha lado a lado com o estresse. Algumas das causas mais universais de ansiedade incluem:
Perda de confiança no futuro do relacionamento
Não importa a causa. Quando a confiança de que o relacionamento irá dar certo é perdida, a incerteza pode causar muita ansiedade. Você se torna inseguro do que fazer com sua vida.
Perda de confiança de forma geral
A confiança é uma parte muito importante de um relacionamento, e se a confiança se foi, pode ser muito difícil construí-la de novo naturalmente.
Naturalmente, talvez a razão mais crítica de ansiedade em relacionamento (e uma causa que pode durar muito tempo) é o estresse de longo prazo. Normalmente, o estresse se desenvolve ao longo do tempo, e estresse de longo prazo com certeza causa muita ansiedade. Pode até causar transtornos de ansiedade. Então, quando você está em um relacionamento tenso e se sente tenso o tempo todo, não é incomum mostrar sintomas de ansiedade não só no seu relacionamento, mas também fora dele.

Causas de estresse em relacionamentos à distância

Se essas são as causas mais comuns de estresse em relacionamentos, as pessoas em relacionamentos à distância enfrentam outros tipos de estresse que podem dificultar ainda mais a situação.
Escassez de comunicação
Para um casal que namora à distância, nada pode ser mais agudamente estressante do que não ser capaz de se comunicar com o seu companheiro. Se isso é algo planejado ou não, pode se tornar uma fonte constante de ansiedade para você.
Uma boa forma de contornar isso é: se você sabe que a comunicação será limitada ou indisponível por um período de tempo (viagem ao exterior, exames finais, trabalho, etc.), conversem sobre isso e de planeje para isso.
Discuta suas preocupações e faça um plano para o que fazer durante esse tempo, tanto como casal quanto individualmente. Programe o tempo de saída com os amigos, inicie esse grande projeto que você está adiando, faça a maratona de filmes e séries. Se o problema de comunicação não é planejado devido à falta de conectividade ou uma emergência, não assuma automaticamente o pior. Dê um voto de confiança ao seu parceiro. Quando se encontrarem ou conversarem novamente, pergunte o que aconteceu.
Longa espera
Para um casal em um relacionamento à distância, esta é provavelmente a maior forma de estresse. Às vezes parece que o relacionamento se resume a 10% de tempo juntos e 90% de espera. E não é apenas a espera para vocês se verem novamente. Para mencionar o item anterior, a espera pode ser por uma mensagem um texto ou o retorno de uma ligação.
A espera causa estresse porque os seres humanos simplesmente não gostam de esperar. Nós somos impacientes. Mas como você diminui o estresse da espera? Comece a planejar sua próxima visita. Saia e faça algo sem olhar para o seu telefone a cada cinco minutos. Você terá que se adaptar. Não tem jeito.

Como o estresse afeta seu relacionamento

Muitos casais se comunicam muito bem quando tudo está dando certo e correndo bem. Entretanto, quando o tempo vira, pode ser uma história diferente.
Quando você ou seu parceiro (ou ambos) estão cansados ​​e estressados, mal-entendidos e conflitos podem surgir tão rapidamente quanto as tempestades de verão.
Você pode ficar irritado com mais facilidade. Ou pode acabar criando brigas com mais frequência. Ou falar com seu parceiro em um tom grosseiro e impaciente, que você nunca usaria com um colega de trabalho, por exemplo.
Mas como exatamente o estresse  atinge um relacionamento? Um exemplo é quando um parceiro estressado não consegue o apoio de que necessita e, portanto, se sente isolado ou ignorado. Se ambos os parceiros estão estressados, isso é ainda mais provável de acontecer.
Quando não obtemos o apoio de que precisamos, nos sentimos sozinhos. E quando confrontamos nosso parceiro por não nos apoiar, ele muitas vezes se sente incompreendido. Na maioria das vezes, não era a intenção dele nos ignorar.

Conselhos sobre como detectar o estresse, confortando seu parceiro e superando o estresse como um casal

Ok. Eu seu que só falei do que nos estresse, mas e os conselhos e soluções. Agora falarei sobre como reconhecer os sintomas de estresse.
Como você sabe quando seu parceiro (ou você) está estressado?
  • Um ou ambos os parceiros se irritam com qualquer coisa, se isolam, estão temperamentais, chorando por qualquer coisa, inquietos, muito agitados ou excessivamente animados (sim, isso também);
  • Um ou ambos os parceiros se automedicam com drogas, álcool, alimentos, etc.
Você está muito irritável
Se você perceber tudo que seu parceiro diz a irrita facilmente, o estresse pode ser um fator para isso estar acontecendo. Quanto mais tempo durar, mais provável será que nos sintamos mal-humorados ou com vontade de começar uma briga.
Quando você está sentindo cronicamente estressada ou oprimida, a sua capacidade de praticar comunicação positiva (ou seja, falar sobre quem vai lavar a roupa sem transformar isso em uma crise) diminui consideravelmente. Isso acontece porque o estresse pode impedir sua capacidade de se concentrar e pode promover o pensamento negativo.
Você fica colada nas suas tecnologias
Tudo bem. Você está em um relacionamento à distância e já está acostumada a se comunicar com seu amado por mensagens e redes sociais. Mas quando ele está bem na sua frente, qual é a desculpa? Quando estamos sob pressão, pode ser difícil nos afastarmos de e-mails e das mensagens. Em um estudo, as pessoas que relataram mais interferências tecnológicas em seus relacionamentos também perceberam mais conflitos, sintomas depressivos e menor satisfação com o relacionamento de forma geral.

Mas como diminuir a ansiedade em meu relacionamento?

Relacionamentos são incrivelmente complicados. Entretanto, há duas coisas que você precisa perguntar a si mesmo no início, muito antes de esperar corrigir o seu relacionamento:
  • Vale a pena salvar seu relacionamento? (Ai! Essa pergunta é soída, mas importante);
  • Você está disposta a mudar a si mesma, mesmo que o seu parceiro não mude?

Maneiras de salvar seu relacionamento do estresse

Crie um plano
Sempre que você e seu parceiro estiverem em um bom momento, criem um plano para saber como vocês vão lidar com a chegada da tensão no futuro. Não espere os problemas chegarem para começar a fazer isso.
Reduza seu próprio estresse
Saiba como aliviar o seu próprio estresse e seu relacionamento será bem melhor. Saia um pouco, ouça pratique algum hobby como música ou respiração profunda.
Talvez o mais importante seja o seguinte: aprenda a mudar sua perspectiva. O estresse é uma resposta emocional e fisiológica ao pensar que um evento, condição ou situação é terrível e que nada de bom vai acontecer.
Incentive seu parceiro a relaxar
Se você perceber que seu parceiro está se sentindo estressado, tente oferecer a ele apoio e espaço para trabalhar com seus próprios sentimentos (algumas pessoas precisam chorar, outras vão para a academia direto). Ajudar o seu parceiro a se sentir bem irá aliviar o estresse, o que permitirá com que seu relacionamento resista à tempestade.

Como permanecer conectado sob estresse

A distância pode criar muito estresse para muitos casais. Saber que você é amada e se sentir amada são na verdade duas coisas diferentes. Você pode saber que seu namorado te ama, mas é preciso esforço de sua parte para realmente fazer você se sentir amada. Mais esforço do que apenas dizer "eu te amo". Então não se sinta esquisita se você acha que precisa ter certeza de que o seu namorado a ama. As pessoas precisam da tranquilidade, não importa quão distantes estejam de seu parceiro. É apenas mais difícil nos relacionamentos à distância.
Nosso instinto pode ser manter o estresse para nós mesmos, protegendo nosso parceiro de nossos problemas e rancores. Tentamos nos permanecer positivos e deixar o tempo fazer seu trabalho, para evitar trazer a negatividade para o refúgio seguro de nosso amor, mas isso é um erro.
Não só é quase impossível (e prejudicial) manter nossas emoções em segredo, mas estamos perdendo uma valiosa oportunidade de conexão e visibilidade. Algo que pode realmente fazer o nosso parceiro se sentir melhor e nos conhecer melhor.
Na prática, a resposta pode ser tão simples como pedir ajuda quando precisamos dela. Um estudo que filmou casais em suas casas foi capaz de distinguir entre o apoio que foi pedido para e o que foi oferecido espontaneamente. As esposas forçadas a pedirem ajuda obtiveram mais apoio de seus cônjuges não apenas porque os maridos (espontaneamente) ofereceram mais ajuda, mas também porque as esposas pediram mais. Portanto, não espere que ele leia pensamentos. Fale o que você está sentindo!

Resumo

  • O estresse nem sempre é algo ruim. É uma oportunidade de nos conhecermos melhor e de crescermos;
  • A falta de confiança é uma das maiores causas de estresse nos relacionamentos;
  • Os relacionamentos à distância trazem outras formas de estresse;
  • O estresse pode causar mal entendidos e situações que poderiam ser evitadas;
  • Procure observar o que a estressa e o que está afetando seu relacionamento;
  • Trabalhe em conjunto com seu parceiro para contornar essa situação;
  • Essa tempestade pode ser uma boa forma de vocês dois se conectarem ainda mais. Se a vida te dá um limão, faça uma torta de limão! ;p